01/08/2018 14:00
Marketing e Vendas!

Confira 8 estratégias de promoção para o mercado varejista!

Vender é a palavra de ordem em qualquer estabelecimento varejista, não é verdade? Não tem nada melhor para impulsionar as vendas do que utilizar uma boa estratégia de promoção.

Elas têm o objetivo de incentivar a compra ao oferecer preços atrativos, criando, assim, um senso de oportunidade e urgência para aquela aquisição.

Mas atenção! Enganar os consumidores com falsas promoções não deve fazer parte das estratégias comerciais de um estabelecimento. Aliás, um cliente jamais deve ser ludibriado — o foco precisa ser sua satisfação e entrega de produtos de qualidade.

Como fazer isso? Existem técnicas de persuasão que ajudam a convencer o consumidor de que ele está de frente para uma oportunidade de compra imperdível. Entenda como aplicá-las.

 

1. Preços psicológicos

Preços psicológicos são aqueles em que se reduz 1 centavo ou real do valor redondo. Em vez de vender, por exemplo, um produto a R$ 10,00, os preços psicológicos anunciam por R$ 9,99.

Essa técnica funciona, pois o cérebro dos consumidores tende a analisar o número da esquerda para descobrir quanto a mercadoria custa. Quando alguém vê algo por R$ 9,99, por alguns segundos, acredita que o valor é 9 reais e não 10.

Essa é uma técnica explorada amplamente por equipes de marketing que estudam os comportamentos do consumidor.

 

2. Ancoragem de preços

Sempre que alguém percorre uma prateleira, é natural que compare os preços entre mercadorias de mesma categoria. Se o cliente não é fiel à determinada marca, é bem provável que opte pelo melhor custo-benefício, mas isso é bastante relativo.

Um saco de cimento a R$ 20,00 pode parecer caro no primeiro momento, mas se for colocado ao lado de outro de marca superior e que custe R$ 35,00, certamente será escolhido como boa opção de custo-benefício.

Essa técnica é muito utilizada em comércios quando se deseja impulsionar a venda de produtos que estejam fora dos períodos de sazonalidade.

 

3. Valor das parcelas

Uma ótima estratégia para atrair o consumidor é anunciando, com mais destaque, o valor das parcelas em vez do preço cheio. Apesar de as pessoas saberem fazer contas, é o subconsciente o primeiro a ser fisgado — ele é atraído sempre por números pequenos.

É mais fácil convencer o cliente a levar um produto que custe 10x de 99,90 do que outro que custe R$ 1.000,00, não é mesmo? Embora os preços sejam praticamente iguais, o subconsciente será atraído pelo preço parcelado.

Mesmo com juros embutidos nas parcelas, as pessoas ainda se sentem mais confortáveis com esse tipo de anúncio por entenderem que aquele valor cabe dentro de seu orçamento mensal.

 

4. Contraste visual na estratégia de promoção

Um dos segredos da atração é saber trabalhar também o visual merchandising. Vitrines, tamanhos e cores das fontes e disposição de produtos ajudam a transmitir mensagens com mais facilidade.

É interessante também utilizar cores como o vermelho para os valores que você deseja passar como “caros” e verde para os “baratos”. Isso ajuda o subconsciente a entender a mensagem.

 

5. Promoções relâmpago

As promoções relâmpagos acontecem, naturalmente, sem aviso prévio, e isso tende a gerar duas sensações importantes no cliente: a primeira é que ele nunca mais poderá ter a oportunidade de comprar o item em promoção pelo preço do dia; e a segunda é que acompanhar regularmente aquele estabelecimento pode lhe proporcionar outras chances de bons negócios.

Clientes de uma loja de construção, principalmente aqueles que atuam no setor de maneira profissional, tendem a escolher alguns estabelecimentos para indicar para seus contratantes. Saber que uma loja está constantemente anunciando promoções é uma grande vantagem.

 

6. Ofertas exclusivas

A exclusividade também é outra emoção interessante de ser explorada, pois é capaz de convencer alguns consumidores de que são especiais. Assim, é possível criar ofertas para clientes recorrentes ou de determinada classe profissional.

Pequenos empreiteiros, engenheiros de obra e arquitetos podem ser o foco de uma promoção exclusiva, por exemplo. Além de se sentirem especiais, a tendência é que eles retornem ao estabelecimento regularmente para usufruir de tal privilégio.

 

7. Brindes de compra

A intenção dos brindes não é só demonstrar gratidão pela escolha de consumir em sua loja, mas também estimular que o cliente realize sua compra da forma mais lucrativa para o negócio.

Assim, se o cliente pretendia gastar R$100,00, mas descobre que, por mais R$50,00, ele ganha um brinde especial, seu senso de ter um ganho maior o leva a comprar mais.

 

8. Promoções em datas especiais

Criar promoções em datas especiais também pode estimular vendas pelo envolvimento sentimental que elas causam.

Natal, Dia das Mães, Dia dos Pais e outras datas comerciais, quando bem exploradas na promoção, podem ser impulsionadoras comerciais até mesmo de mercados não diretamente ligados, como o da construção civil. Qual mãe não gostaria de sua casa reformada, por exemplo?

Todas essas estratégias de promoção têm em comum o ingrediente emocional. Para eles, os gatilhos mentais são ótimas ferramentas.

 

O que são gatilhos mentais?

O cérebro humano é programado para tomar decisões de duas maneiras: uma calculista e atenta; e a outra, automática e subconsciente. É nesse segundo grupo que a maioria das compras em um estabelecimento acontece e os gatilhos mentais podem interferir.

Esse recurso estimula uma série de emoções e sensações, como urgência e exclusividade, já mencionadas nas estratégias acima. Veja alguns exemplos:

 

"Últimas unidades, garanta já a sua"
Esse é o gatilho da escassez ou urgência — caso não compre naquele momento, o item anunciado pode ficar indisponível.

 

"Esse produto é testado e utilizado pelo arquiteto X"
Associar um produto à autoridade e conhecimento de algum profissional ou celebridade também é um gatilho que transmite confiabilidade.

 

"Garanta seu kit de parafusos mais utilizados no mercado"
Esse gatilho é chamado de prova social. Ele foca em fazer com que o cliente queira pertencer a um grupo diferenciado. Nesse caso, a ideia também reforça que seus membros são os melhores ou mais eficientes.

 

O interessante é que esse gatilho também é transmitido para terceiros. No caso de um pequeno empreiteiro, usar um produto que as melhores construtoras utilizam é uma forma de promover a qualidade de seus serviços.

 

Quando o consumidor compra algo por um preço que ele considera vantajoso, se envolve emocionalmente, sente menos culpa por gastar seu dinheiro com aquilo — esse é o principal objetivo das técnicas apresentadas neste post. Percebeu como é psicológico?

Porém, mais do que atrair com uma estratégia de promoção, é preciso fidelizar. Então que tal conhecer algumas dicas sobre como fazer com que o cliente volte ao seu estabelecimento?

 




Veja Também

08
Abr
2021

Goma PRO: uma de nossas linhas de fixadores empacotados

Produtos empacotados, popularmente chamados de encartelados, como o nome já diz, são produtos vendidos em conjunto dentro de um pacote. A linha Goma Pro, surgiu como uma opção mais profissional para a nossa outra linha de empacotados, a Goma Bric.⠀ Na linha Goma Pro é possível encontrar pacotes de parafusos, buchas, rebites, arruelas, e mais, em maiores quantidades. Sendo que todos os itens presentes em cada pacote já são previamente contados, catalogados e possuem código de barras, evitando assim, aquele processo demorado de contar cada item individualmente. Essa linha de produtos fixadores empacotados tem como público principal profissionais autônomos, marceneiros, instaladores de ar condicionado e alarme, e demais profissionais que necessitam de produtos específicos e em maiores quantidades. Quais os benefícios que ela traz para a loja de materiais para construção? Tanto a Goma Pro quanto a Goma Bric, foram pensadas e desenvolvidas para que o lojista possa ter, uma melhor organização dentro da loja e consiga atender os seus clientes de maneira mais rápida e eficiente, já que os produtos estão contados, bastando o cliente ir até o expositor, pegar o que ele necessita e realizar a compra. O que você acha de ter esta maneira organizada e prática de vender produtos a granel em sua loja de materiais para construção? Fale conosco e saiba mais!

Ler mais
10
Fev
2021

Ter um bom atendimento é a chave para conquistar clientes fiéis!

  Além de manter a loja de materiais para construção sempre arrumada e dispor de um bom mix de produtos, para fazer que um cliente retorne a sua loja e a indique para outras pessoas, o atendimento deve ser eficiente e cordial. Para aprimorar o atendimento de sua loja e conquistar de vez seus clientes, é necessário entender realmente o que é este processo, quais etapas estão presentes nele e como podem ser executadas para que o atendimento chega ao ponto desejado, que é onde o cliente efetua a compra do produto. Conheça quais etapas estão presentes no processo de atendimento ao cliente 1- Primeiro contato: é quando o cliente entra em sua loja de materiais para construção. Desde o princípio, ele deve ser recebido de maneira educada e eficiente. Caso não for possível que ele seja atendido prontamente, peça para que ele aguarde. Nunca deixe um cliente “largado” em um canto, ele pode ir embora e você perderá uma venda. 2- Entender qual a necessidade do cliente: aqui é necessário ouvir atentamente o cliente, sem interrupções de qualquer tipo, para entender qual a sua necessidade e oferecer o produto que trará a melhor solução. Deste modo, você irá diretamente no produto certo, o que irá agilizar o atendimento e demonstrará ao cliente que você realmente estava focado nele. 3- Apresentar uma solução: aqui será mostrado o produto e como ele irá suprir as necessidades daquele cliente. Esta etapa requer muita paciência, já que muitos clientes não possuem o mesmo conhecimento de quem está atendendo. 4- Conclusão: com o produto escolhido, o consumidor irá efetuar a compra. Não se esqueça de manter o bom nível de atendimento até o último momento, pois, está é uma etapa importante para que este processo da primeira compra seja o começo de um relacionamento duradouro. Vale ressaltar que, na prática, estas etapas não irão acontecer de maneira tão ordenada, mas elas podem ser adaptadas para o dia-a-dia de cada negócio. Outro ponto importante, lidar com público é imprevisível, por isso, o colaborador que possui a função de atendimento direto aos clientes, precisa ter muito “jogo de cintura” para lidar com situações adversas. Gostou do conteúdo? Você também pode conferir mais em nossas redes sociais (Instagram e Facebook)

Ler mais
16
Abr
2019

Revolução da organização de parafusos na loja de material de construção

    Olá. Hoje vim aqui escrever a respeito de algo que nos chamou muita atenção há algum tempo, e posteriormente virou um dos nossos produtos de mais sucesso.   Nas minhas viagens procuro sempre visitar as lojas dos principais Home Centers do Brasil, um dos motivos é que alguns são nossos clientes e o outro é que eles sempre lançam tendência em relação a organização de loja e formatos de venda. Uma das coisas que mais me chamou atenção foi a forma que eles vendem parafusos.   Por serem lojas grandes e todas em formato de auto-serviço, fica inviável vender parafusos a granel pois o controle de estoque é difícil, o cliente não consegue se servir sozinho porque o produto não tem código de barras, enfim um produto de baixo valor agregado fica difícil de se vender sozinho.     MANEIRA ANTIGA DE VENDER PARAFUSOS      > PRODUTOS SEM CÓDIGO DE BARRAS    > BAIXO CONTROLE DE ESTOQUE    > FURTO E PERDAS DE PRODUTOS    > NECESSIDADE DA AJUDA DE UM VENDEDOR    > VISUAL NADA ATRATIVO    > NECESSIDADE CONSTANTE DE ORGANIZAÇÃO     Revolucionando a venda de parafusos O que eles fizeram? Passaram a vender os parafusos encartelados em pequenas quantidades. Dessa forma o cliente consegue comprar o que precisa sem ajuda de nenhum vendedor (É claro, os vendedores estão sempre lá para ajudar e tirar dúvidas). Contudo, nesse formato, o produto passa a ter código de barras, o cliente rapidamente escolhe já passa no caixa e o controle de estoque da loja fica muito mais organizado. Isso me saltou aos olhos e percebi que não tinha empresas fazendo esse serviço, de forma satisfatória, para lojas de porte grande em cidades menores.     GOMA Bric Foi assim que surgiu a linha GOMA Bric, uma forma diferente das lojas de materiais de construção venderem parafusos. Um jeito mais convidativo aos olhos do cliente, algo que desperte seu interesse e o induza a comprar.   Utilizando o expositor Goma Bric, os parafusos ficam muito mais organizados e convidativos para compra. Pode-se ver um exemplo na foto abaixo.   Expositor Goma     Nossa linha de parafusos Goma Bric disponibiliza um expositor onde através de um único lugar consegue oferecer todos os tipos de parafuso para seu cliente. Assim, os tipos e tamanhos ficam organizados e catalogados, ficando fácil de o vendedor vender ou de o cliente achar um parafuso específico.   VANTAGENS EXPOSITOR GOMA BRIC: A - TODOS OS PARAFUSOS ORGANIZADOS EM UM SÓ LUGAR; B - EXPOSITOR BONITO QUE CONVIDA O CLIENTE A COMPRAR; C - VENDA RÁPIDA, AGILIDADE PARA O VENDEDOR E SATISFAÇÃO PARA O CLIENTE.   Outra grande vantagem é ter um mix de produtos que realmente giram. Nós fizemos uma pesquisa prévia dos produtos que mais vendem e oferecemos somente o que acreditamos ser necessário para loja. Deixamos nossos cliente a vontade para montar seu mix e também sugerir outros produtos para adicionarmos na linha!         Guilherme Zanini Sócio Proprietário GOMA    

Ler mais
Voltar
ASSINE NOSSA NEWSLETTER

INSTITUCIONAL

REDES SOCIAIS

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. PLATAFORMA MEGYS DESENVOLVIDA POR YDEAL TECNOLOGIA